Quem?

Minha foto
"Eu triste sou calada Eu brava sou estúpida Eu lúcida sou chata Eu gata sou esperta Eu cega sou vidente Eu carente sou insana Eu malandra sou fresca Eu seca sou vazia Eu fria sou distante Eu quente sou oleosa Eu prosa sou tantas Eu santa sou gelada Eu salgada sou crua Eu pura sou tentada Eu sentada sou alta Eu jovem sou donzela Eu bela sou fútil Eu útil sou boa Eu à toa sou tua."

22 de out de 2010

Osso duro de roer.

"Em debate promovido pelo jornal 'O Globo' tive a chance de refazer a José Padilha, Luiz Eduardo Soares, Wagner Moura, Marcelo Freixo e Ignácio Cano a questão que fecha o longa-metragem - pedi que respondessem a seguinte pergunta: "Quem você acha que sustenta o sistema?". As respostas, inteligentes como não poderiam deixar de ser, apontavam para políticos inescrupulosos e para uma polícia corrupta que serve a uma pequena parcela da população, elas ressaltavam timidamente a desigualdade social e finalmente, nos convocavam a fazer uma autocrítica sobre o nosso papel de eleitor."
(texto retirado do jornal O GLOBO , Artigo da leitora Cristina Martins-21/10/10)

Primeiro, muito interessante o fato de ser escrito por uma leitora. E ser publicado em um jornal de grande porte como este.
Segundo, falar de milícia ta na moda né?
Pobreza sempre existiu, desigualdade social, favela, bandido, corrupção e tudo mais sempre foram fatos da nossa sociedade. Mas antes talvez não desse muito dinheiro, mas agora é outro papo!
Um consagrado e maravilhoso diretor, e posso dizer "pensador" Jose Padilha, coloca em tela toda a "merda" que circula no país e carrega milhares de pessoas para os cinemas.
Eu mesma fui uma dessas pessoas, que enlouqueci pra ver o tão esperado filme.
De fato eu fiquei chocada, com a coragem e ousadia desse grupo de artistas , que conseguiram expor toda essa bagunça . Sai de lá, com minha carne trêmula, de raiva, frustração, dor....
Indiquei para todos meus amigos este filme...
Me fez refletir muito, em relação a tudo!

Mas uma coisa que me fez pensar, na verdade , de verdade mesmo, todos nós sabemos o sistema que rege nossa nação. O tipo de Estado que nos comanda. Nós vivemos assim, e vemos , somos vítimas da nossa própria ganância.
Mas gostamos de posar de intelectuais e discutir sobre! Sim, muito bom. Vamos falar mesmo, debater, tomar posse do nosso ser pensante, e sim TOMAR PARTIDO!
Parar de ser indiferente!
Mas não sei por que, sinto uma cheirinho de hipocrisia nisso tudo, você não sente?
Tão propício esse papo não? Um filme ai, sucesso ali, é legal falar disso, mas continuo vendendo meu voto, apesar, aquilo é ficção né? e a minha vida? e o meu pé de meia? o emprego do meu marido? eu preciso sim me vender, vender meu titulo de cidadão, por 50 reais, afinal meu grande candidato me prometeu!
Pois é....
Aquilo tudo é VERDADE! Aquilo aconteceu, acontece e continuará acontecendo!
Até por que, o tráfico , não tem poder pra se sustentar sozinho.
A bala perdida . que mata uma criança inocente , não vem sozinha, alguém puxa o gatilho.
Ninguém compra armas e equipamentos, nas esquina do lado de casa.(pelo menos a grande burguesia)

e eu repito...quem sustenta? o sistema? quem sustenta o sistema? será que somos nós mesmos?
No nosso mundinho de mediocridade.
Na falsa militancia.
Nas facilidades da nossa classe social.

e com isso , e um pouco mais, continuamos a alimentar o monstro do capitalimos, que nos torna "capital humano" que é responsável pelo giro do país.
Tudo é um ciclo!

OU seja, o estudante, militante, de esquerda, que vai pra faculdade, de carro, que o pai pagou. Vai aos "congressos", "palestras", "encontros de estudantes regionais blá blá " , debate sobre a questão social do país, e tal, defende a liberdade de pensamento e os direitos do cidadão. Fala bonito!
E no meio de todo esse PAPINHO FURADO, DE ESTUDANTES REBELDES ....puxa um, baseado, e dividi com seus outros amiguinhos burguesinhos"

MAS PERAÍ!!!
Esse imbecil não sabe o que é SUSTENTAR O TRÁFICO?
Ele acha que aquela droga foi tirada da onde? Do meu quintal?
Quantos inocentes mais precisarão morrer, pra que a corrupção saia das nossas entranhas??
Meu caro amigo blogueiro, se você existir, pense nisso, discuta e faça acontecer!
Sou sincera pra dizer, não tenho nenhuma idéia por onde começar, mas meu corpo todo grita por justiça social, e por leis obedecidas. e direitos garantidos!


Elogio o jornal Globo, pelas fantásticas publicações .
"Eu sou um intelectual que não tem medo de ser amoroso, eu amo as gentes e amo o mundo. E é porque amo as pessoas e amo o mundo, que eu brigo para que a justiça social se implante antes da caridade."

Paulo Freire