Quem?

Minha foto
"Eu triste sou calada Eu brava sou estúpida Eu lúcida sou chata Eu gata sou esperta Eu cega sou vidente Eu carente sou insana Eu malandra sou fresca Eu seca sou vazia Eu fria sou distante Eu quente sou oleosa Eu prosa sou tantas Eu santa sou gelada Eu salgada sou crua Eu pura sou tentada Eu sentada sou alta Eu jovem sou donzela Eu bela sou fútil Eu útil sou boa Eu à toa sou tua."

23 de ago de 2011

Porque tem que ser assim?

Será mesmo que tudo tem que ter explicação?
E se a lógica da vida, é não ter lógica?
E se pra ganhar, fosse preciso perder?
E para perder, bastasse ganhar?
De nada adianta, saber respostas, se nem as perguntas eu sei fazer.
Se não se tem um propósito, qualquer lugar vale, não é mesmo?
O saber não ocupa espaço, mas para tê-lo é preciso desprender-se de tudo que foi construído.
Desconstruir, menina.
Absorva o que vale a pena, amorteça a queda, mas deixar doer de vez em quando é válido.
Afinal, a vida bate na porta. E essa sim, vale a pena. Essa sim, te dar as resposta, e te guia para as perguntas. Essa aí, a vida. A sua, que você cuida, a minha que você tenta tomar posse.
Ultimamente eu me pego pensando,em o que me leva a crer que o amor exista?
E logo em seguida, eu recebo uma mensagem de uma amiga, ou recebo um abraço bem apertado, ouço um eu te amo, ou um: preciso te ver! E aí, eu entendo.
O que vale é o que se conquista.
As vezes a gente ganha, mas para tomar posse, é preciso conquistar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário