Quem?

Minha foto
"Eu triste sou calada Eu brava sou estúpida Eu lúcida sou chata Eu gata sou esperta Eu cega sou vidente Eu carente sou insana Eu malandra sou fresca Eu seca sou vazia Eu fria sou distante Eu quente sou oleosa Eu prosa sou tantas Eu santa sou gelada Eu salgada sou crua Eu pura sou tentada Eu sentada sou alta Eu jovem sou donzela Eu bela sou fútil Eu útil sou boa Eu à toa sou tua."

1 de fev de 2012

Do outro lado da linha.

Cultivar um grande amor mesmo depois de separados, é uma forma de prisão das mais viciosas.
Não é porque você esqueceu ele, ou deixou de amar como antes que perde a validade do que foi vivido.
Você só entendeu que há pessoas que passam na sua vida somente por uma estação.
Entendeu que tudo na vida tem seu tempo de estar, parecer e permanecer.
Talvez aquilo que você chama de saudade é uma grande desculpa para não enfrentar seu presente.
Na verdade você tem medo de se relacionar novamente, sofrer igual ou pior( porque você já ligou relação a separação) que o anterior.
A morte é uma passagem não só pra quem vai, mas pra quem fica também. O luto é um renascer fora do comum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário